Translate

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

A dor havia entrado com ela em sua própria casa! ...e, apesar de triste, tinha teimado em agarrar-se a Lura como se da sua própria sombra se tratasse! A dor, confundida, na ausência do Sol, achava que de facto podia ser a sombra dela e deixar de se sentir  a intrusa que se lhe agarrava ao peito.
Só o Sol quando aparecia lhe matava aquela malvada dúvida e as deixava apaziguar.

Tinha a mesma sensação quando comia uma romã... um fruto singular que acalmava tudo o que sentia em dias de turbulência. Dentro e fora de si, Divino e delicado...Luna,  só tinha um sonho! Amar e comer romãs...

1 comentário:

alfa diz: