Translate

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Vidas suspensas...no mar




No mar em que vivo...vivem, muitas vidas suspensas... Não caem nem se levantam, tropeçam a toda a hora em peixes e pedras. De tão dependentes, vivem na condição de suspensas.

Amarradas a redes de malha apertada... nunca chegarão a conhecer as maravilhas do fundo do mar.

Só as raias-meninas felizes, que flutuam ondulando as asas e a cauda, que rastejam e que se escondem debaixo da areia, brincam como crianças livres... Do fundo do mar, vêem à superfície peixes-triste, peixes-vazio, peixes-lágrima, peixes-pedaço, peixes-desencanto, peixes-abandonado, peixes-não amados, peixes-rejeitados...vidas sempre suspensas, que nunca chegam a ser livres.

Apenas os peixes-liberdade brincam e deslizam nas águas por todo o Oceano, ora nas profundezas, ora a roçar a superfície... livres, nadam e mergulham...

19 comentários:

  1. Quisera que, nesse mar e, em qualquer mar, só existissem peixes-liberdade... vivo na esperança de ver crescerem e multiplicarem-se mares repletos de peixes-liberdade, "raias-meninas felizes"!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Alô Joaquim, eu tenho o mesmo desejo...bjs

    ResponderEliminar
  3. Só quem é livre consegue ser feliz. Adorei o texto e a música.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Olá Alfa,
    Enquanto os peixes-livres deslizarem nas profundezas do mar, pode ser que se mantenham livres por muito tempo, porque se vêm à tona d'água e os descobrem, não serão livres por muito tempo mais.
    Kandandos

    ResponderEliminar
  5. Wanderley: Grande verdade.bjs

    ResponderEliminar
  6. Kandandos tem razão, já me tenho dado conta disso, várias vezes, no modelo de sociedade em que vivemos. bjs

    ResponderEliminar
  7. Mar revolto,umas vezes negro,outras salpicado de lágrimas salgadas...

    Beijo e bom fds.

    ResponderEliminar
  8. Só os destroços boiam ao sabor das correntes, dando à costa, o seu destino.

    Os livres sobrevivem na e pela liberdade.

    Gostei da metáfora!

    Beijo

    ResponderEliminar
  9. Procuras um Refugio
    Mas a vontade está para além do mar...
    acho k precisas respirar...
    Bj de Som Bonito k só só tens no ar!
    Carlos

    ResponderEliminar
  10. Não sei porquê, fascinam-me os peixes de vidas suspensas. Talvez porque sinta que, sem eles, sem a sua força por descobrir, pouco haja a fazer.
    Quando um peixe de vida suspensa se liberta da sua condição, fá-lo com um clique maravilhoso de se ouvir. E há tanta espécie em suspensão por aí!
    Ainda chegará o dia - se cada um fizer as sua parte - em que a espécie predominante será a dos peixes-liberdade

    Beijo

    ResponderEliminar
  11. Em nossas vidas sempre tenhamos peixes-liberdade. Sendo eles, teremos escolhas em seguir caminhos desejaveis...
    Muito bem lembrado, peixes-liberdade!

    Doces beijos :)

    ResponderEliminar
  12. Mais uma página de um livro, contando histórias de vida, de forma sentida e encantada arrancada do âmago de alguém maravilhada...com a vida!

    Bj*

    ResponderEliminar
  13. Manuel Marques, outro feito de água doce....bjs

    ResponderEliminar
  14. ACácia,...mas, o Mar podia ser mais alegre se todos os peixes fossem livres...bjs

    ResponderEliminar
  15. Carlos, toda a gente procura esse refúgio, ele só existe dentro de nós...bjs....tantos foram os peixes que já conheci, que estão presos a redes...

    ResponderEliminar
  16. AC, folgo em ver que também acreditas nesse refúgio mágico....mas, para isso há que mudar mentalidades...bjs

    ResponderEliminar
  17. Gorete,claro que sim, mas depende dos oceanos, das águas em que se encontram...bjs

    ResponderEliminar
  18. Vitor, amigo,...maravilhada com a vida do fundo do mar...bjs

    ResponderEliminar
  19. Encontrei os meios de deixar um comentário!

    Adoro o piano e estes momentos ao ouvi-lo deixaram-me suspenso... Agora procuro aterrar num sítio qualquer onde continue a escutar os seus ecos...

    Beijo grande nessa música que me ateia e me aquieta! Para a ALFA também...

    ResponderEliminar

alfa diz: